A bela cidade de Foz do Iguaçu abriga o Parque Nacional do Iguaçu, no Paraná, considerado uma das sete maravilhas naturais do mundo, pela Fundação New7Wonders. O parque também foi tombado como Patrimônio da Humanidade, pela UNESCO, em 1986.

Mas não pense que as cataratas são a única opção de lazer na cidade. Há ainda muitas outras atividades que fazem desse destino um dos principais pontos turísticos do país.

Para ajudá[email protected] a conhecer esse lugar tão especial, separamos algumas dicas! Confira!

Cataratas do Iguaçu

O que fazer em Foz do Iguaçu?

Vamos começar pela principal atração da cidade: as grandes cataratas! Localizadas em território brasileiro e argentino, elas estão protegidas pelos dois parques nacionais administrados pelos dois países: o Parque Nacional do Iguaçu, no Paraná, Brasil, e o Parque Nacional Iguazú, em Misiones, na Argentina.

Saiba que conhecer os dois é uma atividade imperdível para quem visita a cidade. Com sua formação geológica datada de, aproximadamente, 150 milhões de anos, o conjunto de 275 quedas d’agua, ocupam uma área total de 252 mil hectares, divididas entre os dois parques.

Dessas quedas, 80% se encontram em território argentino, sendo a mais famosa de todas a imponente Garganta do Diabo com 150m de largura e 80 de altura. Para facilitar, vamos dividir as atividades e atrações por parques.

Parque da Argentina

Parque Nacional do Iguaçu

No parque brasileiro, você poderá percorrer duas grandes trilhas: a do Poço Preto e a das Bananeiras. A do Poço Preto tem 9 km de extensão e pode ser percorrida a pé, de bicicleta ou de carro elétrico.

Ela começa em uma passarela suspensa de 320m, passa pelo interior da floresta e pela Lagoa do Jacaré. O percurso termina no Rio Iguaçu, a bordo de um barco a motor.

Uma ótima oportunidade para observar também a rica e diversificada fauna e flora do parque.

Já a trilha da Bananeira é mais curta, com cerca de 1,5 km, que podem ser percorridos a pé ou de carro elétrico. Durante o trajeto há também um passeio em barco a motor pelo alto do Rio Iguaçu, e a opção de remar caiaques infláveis.

Há ainda o procurado passeio Macuco Safari que tem como opções trilhas de 2km percorridas por um transporte elétrico finalizando com uma descida de rapel de 20m do Salto Macuco ou com um rafting pelas corredeiras do Rio Iguaçu.

E, claro, há também o famoso passeio em barcos que navegam pelo Rio Iguaçu, levando os visitantes bem próximo às quedas d’água!

Além das trilhas há três espaços que oferecem infraestrutura de banheiros, ambulatórios, restaurantes, lojas e pontos de observação. São eles: Espaço Porto Canoas, o Espaço Naipi (com dois grandes mirantes) e o Espaço Tarobá (com mirante e elevadores).

Passarelas para visitação

El Parque Nacional del Iguazú

Apesar do parque brasileiro ser maior em extensão, é no lado argentino que se encontram a maioria das quedas d’agua que formam as cataratas. Logo, visitar o parque argentino é tão importante quanto conhecer o lado brasileiro.

Existem muitas excursões que saem da cidade para a Argentina facilitando o passeio. Mas você pode ir também de carro próprio, ou alugado, lembrando sempre da necessidade de adquirir a Carta Verde: seguro obrigatório para carros, necessária para os veículos circularem pelos países do Mercosul.

Uma vez no parque, você pode pegar um trem que leva os turistas da Estação Central até a Estação Cataratas, na qual se iniciam os Circuitos Superior e Inferior, e até a Estação Garganta do Diabo.

O Circuito Superior trata-se de uma passarela plana de 1,7 km que percorre a parte superior das quedas.

Já o Circuito Inferior é uma passarela circular que passa por baixo das quedas. A dificuldade é considerada média pois possui degraus e mirantes.

Na segunda estação, você encontrará o terceiro circuito do parque e o mais procurado: o da Garganta do Diabo. Com 2km de extensão, ele passa pelo rio Paraná terminando no maior conjunto de quedas das cataratas e na famosa queda da Garganta do Diabo, com 80m de altura!

As grandes quedas d’água

Para os amantes de trekking ainda há duas trilhas imperdíveis: a Caminho Verde e a do Macuco. Mas se estiver procurando por mais emoção, poderá fazer um passeio de barco, o Gran Aventura, que chegará muito próximo às maiores quedas do parque!

Há ainda o divertido passeio ecológico pelo Rio Iguaçu em botes infláveis e em lanchas que saem do circuito inferior, contornando a Ilha San Martín.

Outras Atrações

Além das cataratas, você ainda poderá conhecer o belo Parque das Aves, com 1.500 aves de 140 espécies. Poderá visitar a cidade de Puerto Iguazú, na Argentina, onde encontrará um Cassino, poderá fazer compras, visitar o Marco das Três Fronteiras (Brasil, Argentina e Paraguai) e se deliciar em seus restaurantes.

Parque das Aves

Outro passeio bastante procurado é a visita a Ciudad del Este, no Paraguai, para fazer compras. Difícil estar em Foz e não querer dar um “pulinho” no país vizinho.

E se você gosta de passeios mais culturais, pode também aproveitar para conhecer a Mesquita Muçulmana, que oferece visitas guiadas, e o belo Templo Budista.

Usina de Itaipu

Afora essas atividades, há ainda a visita à Usina Hidrelétrica de Itaipu, a segunda maior do mundo! Lá você poderá fazer passeios como a Vista Panorâmica, conhecer o Ecomuseu, o Planetário e o Refúgio Biológico.

E, se você procura por mais atividades, poderá ainda assistir aos shows folclóricos, saltar de paraquedas (Skydive), conhecer os bares de gelo, levar as crianças ao museu de cera, ao Parque Aquático Acquamania ou ao Parque dos Dinossauros!

Onde ficar em Foz do Iguaçu?

Se a sua ideia é passar o dia fora do hotel, curtindo todas as atrações da cidade e arredores, o ideal é se hospedar no centro. Nessa região você também encontrará hotéis com melhor custo-benefício como o Del Rey Quality Hotel.

Agora, se estiver com crianças pequenas ou simplesmente quiser um hotel no qual você possa desfrutar da infraestrutura, terá que ficar num lugar menos central, como no famoso Belmond Hotel Das Cataratas, que oferece piscinas, spas, quadra de tênis e academia.

Qual a melhor época para conhecer?

De uma maneira geral, você pode visitar Foz do Iguaçu o ano inteiro. As temidas épocas de chuva que, no Brasil, ocorrem na primavera e no verão, são muito bem-vindas já que aumentam a vazão das águas!

Templo Budista

Além disso, durante o calor, os banhos inevitáveis ao se visitar as cataratas tornam-se muito agradáveis e até desejados.

Por isso, a época menos procurada é no auge do inverno, quando há menos sol, e ficar molhado com os respingos de água pode não ser tão agradável.

Mas isso costuma acontecer principalmente em julho, mês que apresenta a média mais baixa do ano: em torno de 16ºC.

Foz do Iguaçu? #VaideMobai

Impossível não se encantar, não é mesmo? Venha conversar com a gente sobre esse destino de beleza e história fascinantes!

Nós montamos muito mais do que um pacote de viagem. Criamos uma experiência personalizada, repleta de aventuras incríveis, com base em suas expectativas.

Acompanharemos você desde a programação da sua viagem até o seu retorno!

A Mobai Viagens é uma agência de viagens localizada em Ribeirão Preto, no Complexo Empresarial do Shopping Iguatemi. Venha nos conhecer!