Com mais de dois mil anos de idade, Istambul mistura tradição e inovação entre seus enormes edifícios. Por ter sido um grande centro comercial no passado, a cidade acabou por concentrar diversas culturas dentro de seus muros. Por isso, Istambul é considerado um importante centro cultural até os dias de hoje.  Apesar da sua grande diversidade cultural, Istambul continua sendo uma cidade típica do Oriente Médio e isso é bem visível caminhando por suas ruas, em meio a mesquitas, palácios e minaretes. Quer conhecer um pouco de Istambul? Vem com a gente!

O que fazer em Istambul

Um dos pontos mais famosos e importantes de Istambul é a Basílica de Santa Sofia, ou Haghia Sofia, em grego. Reconstruída por três vezes, sua primeira versão foi erguida em 360 a.C., pelo imperador Constantinus. Considerada um patrimônio mundial pela Unesco, a Basílica de Santa Sofia foi construída originalmente para ser uma igreja. Logo depois se transformou em uma mesquita e, por fim, foi modificada em uma basílica.

Sua arquitetura, no geral, é magnífica. Em seu centro fica localizada a cúpula principal, com um diâmetro de 30 metros. Seu interior é majestosamente decorado com mosaicos do período bizantino e diversos elementos em mármore. Se você pensa em visitar Istambul, esta é, com certeza, uma parada obrigatória em sua viagem.

Outros pontos turísticos muito conhecidos, são os bazares tipicamente árabes espalhados pela cidade. Entre eles, você não pode deixar de conhecer o Bazar Egípcio, o Bazar Arasta e o maior entre eles, o Grande Bazar.

O primeiro, também conhecido como Spice Bazaar, foi erguido em 1660, logo atrás da Mesquita Nova, também conhecida como Yeni Valide Camii. Construído como uma espécie de extensão da mesquita, parte do que é arrecadado no Bazar Egípcio, é revertido no custeio de projetos de caridade e afins. Andar pelo mercado é divertido, mesmo quando não há intensão de comprar nada.

Com relação ao segundo, localizado a poucos passos da Mesquita Azul, é mais focado em vender produtos para banho, artigos como cerâmicas, joias, tapetes, suvenires, além de outros diversos itens. No Bazar Arasta, você encontra também inúmeros restaurantes, cuja especialidade é a comida turca.

Um de seus diferenciais está na localização, já que bem próximo dali, você encontra o Museu do Mosaico, ou Büyük Saray Mozaik Müzesi. Lá, é possível encontrar mosaicos do período Bizantino recuperados de escavações realizadas na região do bazar. Uma ótima forma de conhecer um pouco mais da cultura local.

Por último, há 15 minutos da Mesquita Azul, você ainda encontra o maior e mais antigo mercado coberto do mundo: o Grande Mercado. Com 30 mil metros quadrados de área, 18 portões, duas mesquitas, 60 ruas, quatro fontes e cerca de 5 mil lojas, o Grande Mercado faz jus ao nome. Suas lojas vendem diversos artefatos, entre eles, tapetes, couro, joias, antiguidades e especiarias.

Enquanto estiver por Istambul, você poderá notar o grande número de mesquitas espalhadas por suas ruas. Entre as mais famosas, estão a Mesquita Azul, a Mesquita Nova e a Mesquita Süleymaniye.

Construída para superar a Basílica de Santa Sofia, tanto em beleza, quanto em magnitude, a Mesquita Azul, como é popularmente conhecida, foi erguida durante o comando do sultão Ahmet I, em meados de 1606, levando aproximadamente 10 anos para ser concluída. Uma de suas principais características é a grande quantidade de minaretes e azulejos azuis que decoram o interior do local, principal motivo do seu nome.

Considerada uma das mais belas obras arquitetônicas de Istambul, você encontra a Mesquita Süleymaniye. Com sua bela vista para o Corno de Ouro, essa mesquita impressiona por sua imponência. No seu interior, você encontra belíssimos vitrais, grandiosas e azulejos de Iznik, muito comuns em construções típicas de Istambul. Já do lado de fora, você se depara com seus belos jardins.

Apesar de seus 400 anos de idade, a Mesquita Yeni é conhecida popularmente como Mesquita Nova. Grandioso, o templo possui um pátio externo enorme e seu interior é decorado em ouro, mármore esculpido e os característicos azulejos de Iznik.

Além das mesquitas, Istambul também é bastante famosa por seus imensos palácios. Entre eles, você não pode deixar de conhecer o Palácio Dolmabahçe e o Palácio Topkapi.

Situado às margens do estreito de Bósforo, você encontra o suntuoso Palácio Dolmabahce. O tradicional edifício otomano possui em torno de 280 quartos e 43 salões. A construção é dividida por seções, por exemplo, existe a parte destinada apenas para assuntos de Estado, outra reservada para cerimônias e visitas de Estado e ainda outra onde apenas o sultão e sua família podem acessar.

Erguido pelo sultão Mehmed II, o conquistador de Constantinopla, o palácio Topkapi já impressiona logo na entrada, graças ao seu enorme portão imperial, que conduz os visitantes ao local onde um dia foi a luxuosa morada de sultões, até a mudança para o palácio de Dolmabahce. Além de moradia, o local também chegou a funcionar como centro administrativo e educacional do estado.

O palácio ainda é composto por diversas salas onde é possível se constatar a beleza das riquezas de valor inestimável que fazem parte da vasta coleção local, entre elas, objetos do tesouro imperial, porcelanas chinesas e japonesas, relíquias sagradas, além da grande coleção de roupas pertencentes aos antigos sultões e seus familiares.

Uma das atrações mais famosas de Istambul é o Hamam, o banho turco. A cidade possui diversos estabelecimentos que realizam este tipo de serviço. O mais famoso se chama Çemberlitas e fica na cidade antiga. Dividido entre as alas masculina e feminina, o Çemberlitas oferece diversos tipos de tratamentos, entre eles, esfoliação corporal, banho relaxante de espuma e serviços de massagem.

Além de suas riquezas históricas e religiosas, Istambul também possui um grande acervo de obras de arte em seus museus. Entre os mais famosos, você não pode deixar de conhecer o Museu Chora, o Museu de Arte Moderna de Istambul e o complexo de Museus Arqueológicos de Istambul.

Utilizado originalmente como igreja, logo depois como mesquita e só recentemente como museu, o Chora coleciona em seu acervo mosaicos e afrescos bizantinos, além de outras obras datadas de 1312.

Entre o palácio Topkapi e o parque Gulhane, você vai encontrar um grandioso complexo dedicado à arte e à cultura antigas de Istambul. Composto por três diferentes museus, o complexo agrega o Museu de Arqueologia, o Museu do Antigo Oriente e o Museu do Quiosque Esmaltado. O primeiro já impressiona pela sua belíssima arquitetura e, em seu interior, você pode ver de perto sarcófagos famosos, tesouros antigos e a biblioteca. O segundo reúne coleções vindas de outras regiões, como Mesopotâmia, Egito e Anatólia. Já o último é composto por cerca de duas mil peças, todas advindas das eras Otomana e Seljuk.

Onde ficar?

Por ser a maior cidade da Turquia, o que não falta em Istambul são locais para se hospedar. Pela cidade, você encontra desde estabelecimentos pertencentes a grandes redes, até os pequenos albergues. Como a cidade é extremamente turística, uma dica é reservar seu quarto com bastante antecedência.

Com relação à localização, boa parte das atrações turísticas de Istambul estão concentradas na região de Sultanahmet, ou Cidade Antiga. Por isso, se você estiver pensando em economizar com transporte, o ideal é que você fique próximo à essa área.

Apesar dos bairro de Sultanahmet ser o mais procurado pelos turistas, distritos como Ortaköy e Nişantaşı também são bem localizados e oferecem excelentes opções de hospedagem.

Onde comer?

Por ser uma capital extremamente diversificada, Istambul é rica não só em arte e história, mas é também riquíssima em sabores. Entre os restaurantes e bares, é possível apreciar também os clássicos da gastronomia turca em docerias, nas famosas casas de chá ou até mesmo nas movimentadas ruas da cidade, com a sua grande diversidade de barraquinhas, que vendem kebabs, suco de romã e outras deliciosas iguarias.

Enquanto estiver por lá, não deixe de experimentar o sanduíche de peixe da ponte Galata, um delicioso clássico. Se você não for muito fã de peixe, não tem problema. Experimente os famosos kebabs e os duruns (sanduíches de pão de folha) disponíveis nas barraquinhas dispostas em praticamente todas as ruas da cidade. Istambul também é bastante famosa por suas frutas secas, entre elas, damascos, figos e pistaches, que são facilmente encontradas nos bazares.

Istambul é bastante conhecida também por seus cafés turcos, famosos por seus chás, fortes e encorpados e o Sahlep, preparado com raiz de orquídea, leite, açúcar e canela.

Quando ir à Istambul?

Quando você for a Istambul, preste bastante atenção na época escolhida. Durante a primavera e o outono, de abril e meados de junho e de setembro a outubro, o clima é mais favorável para caminhar pela cidade. As temperaturas são mais amenas e os dias mais bonitos.

Julho e agosto são meses bem agitados na cidade, que sedia uma grande quantidade de festivais. Nessa época, o calor é mais intenso, mas por outro lado, os dias são mais longos. Para quem prefere um clima mais frio, o ideal é visitar a cidade a partir de novembro. Preste atenção! É importante lembrar das datas de feriados religiosos na Turquia, pois isso pode influenciar no horário de visitação de diversos pontos importantes da cidade.

Istambul? #VaiDeMobai

Impossível não se encantar, não é mesmo? Venha conversar com a gente sobre esse destino de beleza e história fascinantes! Nós montamos muito mais do que um pacote de viagem. Criamos uma experiência personalizada, repleta de aventuras incríveis, com base naquilo que você quer. Acompanharemos você desde a programação da sua viagem até o seu retorno! A Mobai Viagens é uma agência de viagens localizada em Ribeirão Preto, no Complexo Empresarial do Shopping Iguatemi. Venha nos conhecer!